terça-feira, 14 de junho de 2016

Conselho Local do Gramoré retoma as atividades

O Conselho Local de Saúde do Gramoré se reuniu na Unidade de Saúde para retomar as reuniões com o objetivo de se inteirar das melhorias e discutir os problemas e suas soluções.

O Conselho Local de Saúde do Gramoré é composto por: Fátima Barbosa (diretora da US Gramoré); Heriberto Torres (administrador US Gramoré); (Francineide Xavier Técnica de Enfermagem); Júnior Lanches; Tânia Cristina: e Waldilene Farias.

Pauta:
Metas do Preventivo e relatório;
Segurança 24 horas na Unidade de Saúde do Gramoré, devido aos assaltos e furtos já ocorridos;
Complemento das equipes médicas;
Situação atual da realização dos curativos;
Situação atual dos serviços odontológicos, seu funcionamento;
Fila noturna;
Situação atual dos atendimentos aos idosos das quatro áreas.

Outros assuntos:
Foi discutido ainda em reunião, as dificuldades de atuação do Conselho Local de Saúde mediante a Secretaria Municipal de Saúde; escolhido a coordenação da equipe, onde por unanimidade  a presidente do Conselho Local de Saúde do Gramoré será a jornalista Waldilene Farias.

Um outro assunto debatido foi o atendimento aos idosos das áreas que encontravam-se sem médicos, o que já será retomado, com atendimento na última terça-feira do mês.

A reclamação vem sendo grande por parte dos idosos que tinham que ficar nas filas pelas madrugadas e no momento de receber sua ficha já não existia mais. Segundo a direção da Unidade, com a chegada de dois médicos o problema deverá ser sanado, no entanto duas equipes ainda estarão sem médicos.

Como melhorias para a comunidade, chegaram dois médicos para compor as equipes que há muito se encontravam em aberto, sem estes profissionais, faltando agora a equipe 38 – ainda sem médico.

Pré-Natal – Funciona com 08 fichas. De acordo com as informações deveriam ser 16 fichas, no entanto, como o médico cuidará da futura mamãe e do bebê, significam 2 atendimentos, portanto, estão trabalhando com a redução para 08, o que (para eles) seriam 16.

Quanto aos atendimentos dos Preventivos e curativos, existe hoje o programa ESUS, que por ser uma novidade, existe muita dificuldade, onde a grande quantidade de atendimento não vem sendo apresentado no Programa.

Para os curativos, faltam gases;
No setor odontológico, são distribuídas 25 fichas para a realização do tratamento odontológico; quatro dentistas que trabalham em revezamento com apenas uma caneta, e a extração, por sua vez, está suspensa por não haver fio para sutura. 

Encaminhamentos:
Solicitação ao 4º Batalhão a presença de uma viatura na hora do almoço e ao final do expediente;
Solicitação à Guarda Municipal a presença de um policial na Unidade 24 horas;
Solicitação de um farmacêutico e um médico para compor a área 38 com aproximadamente quatro mil pessoas, que se encontra descoberta sem este profissional.
Solicitação à SMS material de curativo contaminado, gases, e fio de sutura para dentista.


Um comentário:

  1. Parabéns aos componentes do Conselho Local de Gramoré. Esse papel é fundamental na interação, aproximação e informação entre os usuários e a gestão do SUS e a resolutividade das demandas de forma mais ágil e eficiente.

    A questão do preventivo é um dos pontos que chama muito a atenção nos relatórios e RAG e entendo ser uma das metas que precisa ser melhorada em toda as unidades. Mas é um grande avanço esse momento da democracia participativa. Parabéns a todos que lutam por um SUS DEMOCRÁTICO.
    SEM DEMOCRACIA NÃO TEM SUS.
    SEM SUS, NÃO TEM DEMOCRACIA.

    ResponderExcluir